quarta-feira, 30 de novembro de 2011

[ensaio] o mito do eterno retorno: tempo e espaço como formas do cotidiano nas tirinhas de jornal

Este ensaio foi desenvolvido a partir de umas ideias que lancei anteriormente, no texto sobre Bachelard. Tenho pensado bastante este ano na natureza do tempo na narrativa dos quadrinhos.

O texto a seguir, pra variar, é parte de um maior, que engloba também algumas especulações sobre as histórias de super-heróis. Como o professor da disciplina Teorias do Cotidiano, Wellington Pereira (que infelizmente abandonou o twitter), limitou o espaço do ensaio para 5 laudas, acabei resumindo a pensata às tiras diárias.

Divirtam-se.

Nenhum comentário: