quinta-feira, 10 de novembro de 2011

astier

Quando cheguei aqui em João Pessoa, Astier Basílio foi a primeira pessoa que me deu guarida - apesar de nunca tê-lo visto antes mais gordo, ou magro.

Aliás, ele é mais um a comprovar a minha particularíssima teoria de que, na Paraíba, 73,57% da população tem nomes sui generis. É como se fosse uma Caicó com quase 4 milhões de habitantes.

Pois bem, eis que Astier, jornalista, poeta, contista e dramaturgo, está a lançar mais um livro. Pelas minhas contas, o 150º, cujo título é 'Retratos Falados'. Vai ser hoje, lá no Casarão 34 e devo estar por lá, certamente.

Olhem a vinhetinha bacana que ele preparou (reparem na sala, onde dormi por uns 15 dias):



Apesar de bom dramaturgo, Astier é, convenhamos, um péssimo ator. Então, dos vários vídeos que ele postou no Youtube, achei que pegava melhor pra ele se eu reproduzisse aqui um com alguém que realmente sabe ler um bom poema:


Nenhum comentário: