quarta-feira, 8 de fevereiro de 2012

poeminha para relaxar


eu queria pegar leve
no que falo
pegar leve no teu peito
meu amor
no teu pau
meu coração
eu juro
é que na minha mão
não tem mais jeito
tudo sempre
acaba ficando
duro

(poema homoerótico roubado descaradamente do Marcelino Freire)

Nenhum comentário: